o’cultizado

como eu alcanço a chave se você a codifica junto com o que ela protege? como entrar no seu mundo quando eu nem mesmo consigo encontrar a porta? em que universo você o esconde? eu ainda estou procurando lá no fundo das masmorras, quando existe um castelo inteiro a ser vasculhado. e que principezinho travesso é você, armando cada canto com armadilhas, pistas falsas, dicas incertas. suas palavras são obscuras, sua morada neste mundo é misteriosa. eu, chulo e incompetende, continuo tateando, talvez eu já esteja no final das masmorras. quem sabe logo eu alcance a torre norte, mas será que é lá que está escondida?

f.

desaperte, afrouxe, desmistifique.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s